Explore os conteúdos

 

O que é autoestima?

Autoestima é o nosso amor-próprio!

Mesmo quando consideramos que possuímos uma elevada autoestima, todos temos pontos indicadores de baixa autoestima, mas que podemos melhorar ou mesmo anular.
Apresentam-se de seguida 30 Pontos indicadores de problemas na autoestima para que reflita sobre eles:

  1. Dificuldade em dizer “não” e impor limites.
  2. Fazer coisas que não gostamos somente para agradar aos outros deixando-nos insatisfeitos
  3. Relações de amizade superficiais
  4. Medo e dificuldades em lidar com críticas
  5. Sentimentos de culpa por situações passadas ou situações presentes
  6. Facilidade em se magoar e dificuldade em perdoar
  7. Sentimentos de não merecimento
  8. Sensação de que sempre faz mais do que a outra parte nos relacionamentos
  9. Dificuldade em receber
  10. Desconfiança ao receber elogios
  11. Dificuldade em elogiar os outros
  12. Sensação de que os outros nos devem e são ingratos
  13. Sentimentos de rejeição e abandono
  14. Ser crítico demais consigo mesmo
  15. Ser crítico demais em relação a terceiros
  16. Sensação de não ser capaz e pessimismo ao iniciar um novo projeto
  17. Necessidade de controlar os outros
  18. Ciúmes
  19. Medo de ser rejeitado e de ouvir “não”
  20. Preocupação excessiva com a opinião alheia
  21. Necessidade de rebaixar outras pessoas
  22. Comportamento arrogante (aparente autoconfiança escondendo uma fragilidade)
  23. Dificuldade em encontrar qualidades em si mesmo
  24. Facilidade em encontrar defeitos em si próprio
  25. Dificuldade em expressar sentimentos
  26. Timidez
  27. Facilidade em encontrar defeitos nos outros e dificuldade em ver qualidades
  28. Ter pena de si próprio
  29. Vontade de falar mal dos outros
  30. Sentimentos de inveja

Se se identificou com alguns destes indicadores, não se espante, você não está sozinho. E tudo pode ser melhorado.

Eu, particularmente, melhorei significativamente a minha autoestima durante o meu percurso de autoconhecimento e crescimento pessoal.

Antigamente considerava quase impensável escrever textos, criar cursos ou fazer palestras. Sentia medo e insegurança, o que afetou algumas vezes o meu crescimento profissional.
Hoje em dia estas situações são naturais para mim, no entanto, continuo a trabalhar interiormente para eliminar algumas crenças que ainda persistem.
Só com muito trabalho interior é que conseguimos melhorar. Não desista e tente, por todos os meios, eliminar as crenças limitantes que impedem o seu sucesso.
No próximo artigo abordaremos a origem dos problemas de autoestima.